quarta-feira, 23 de março de 2011

Tirei o aparelho fixo... Tenho mesmo que usar a contenção?

Olá amigos... 

Aqui estou novamente escrevendo sobre um assunto um tanto quanto controverso no universo da Ortodontia: A CONTENÇÃO!!! Sabe aquele aparelhinho removível (ou móvel) que o ortodontista insite em fazer você usar depois que remove o aparelho fixo? Pois é. E aí vêm as dúvidas: Tenho mesmo que usar? Atrapalha para falar? E se não usar, o que acontece? Por quanto tempo eu tenho que usá-la direto? Não dá prá usar só para dormir? Enfim, estas são apenas algumas das muitas perguntas sobre este recurso maravilhoso e pouco valorizado que é o aparelho de contenção.

Antes de tudo, o que é a tal contenção? Segundo alguns dicionários, a palavra “conter” vem do latim contineo, -ere,  e significa manter unido, conservar, encerrar, reter. Pois é exatamente isso...

Após meses ou anos de tratamento ortodôntico, os dentes encontram-se prontos para se movimentar, aguardando apenas um estímulo, uma força qualquer para que haja ativação das células responsáveis pela remodelação do osso ao redor da raiz e o dente “ande”. Isso perdura por meses ou anos também após a remoção do aparelho fixo e costuma ser proporcional a quanta movimentação aconteceu, ou seja, casos em que os dentes deslocaram-se bastante, tendem a ter recidivas (o problema volta) com mais freqüência.
Sabendo disso, quando removemos o aparelho fixo e os dentes estão na posição desejada, lançamos mão de um recurso passivo (não aplica força) que pode ser fixo ou removível para manter os dentes mais próximos do resultado obtido quanto for possível: a contenção. Digo isso, porque em todo tratamento ortodôntico acontecem pequenas alterações pós-tratamento, tecnicamente chamadas de ajuste fisiológico.

Um bom aparelho de contenção limita este ajuste fisiológico para que o mesmo não influencie no resultado final. Observe que este aparelho limita a movimentação excessiva e não “trava” os dentes.

O não uso de contenção pós-tratamento envolve muitos riscos, principalmente se a causa do problema ortodôntico estiver relacionada a problemas fonoaudiológicos (má posição de língua, ausência de vedamento labial, deglutição atípica) que não foram resolvidos antes ou durante o tratamento ortodôntico. Neste caso especificamente, os problemas voltarão com o tempo, talvez não na mesma intensidade de antes, mas voltarão com certeza.

O tempo de contenção também é outro tópico polêmico, pois a literatura especializada preconiza uma série de protocolos diferentes para cada autor. Um consenso sobre o tema é praticamente impossível, mas sabe-se que hoje, estabilizar os resultados do tratamento por um longo período pode ser mais difícil do que colocar os dentes na posição ideal. Devido a isso, é importante que o paciente esteja consciente desde o início do tratamento, que a ortodontia trabalha com metas e não com prazos. Explico: após o tratamento ativo, a meta é manter os dentes em posição até que não haja mais ativação celular para movimentá-los, o que é perfeitamente mensurável através de radiografias. Por exemplo: em pacientes adultos, costumo manter a contenção removível em uso contínuo (dia e noite) por no mínimo seis meses. Quanto aos dentes inferiores, mantemos em contenção fixa através de um fio colado na parte interna dos dentes da frente, indo de canino a canino, pois esta é uma das regiões mais instáveis. Após este período, reavaliamos (através das radiografias) para que o uso do aparelho removível passe a ser apenas noturno. Esta fase costuma durar em torno de um ano. Passado este tempo, avaliamos novamente e então removemos as contenções e mantemos o acompanhamento semestral tanto para evitar problemas ortodônticos, quanto para prevenir problemas de ordem clínica (cáries, gengivite e periodontite, etc).

Em relação à limitação de dicção e articulação das palavras, bom... Tudo na vida resume-se a treino. Ou seja, para falar bem com seu aparelho de contenção, tudo que você precisa fazer é falar... Muito. Pelo menos nos primeiros dias, para que seu cérebro tenha tempo de reprogramar sua musculatura oral de maneira a soar bem. A partir daí tudo flui naturalmente e ninguém perceberá se você está ou não de aparelho.

Contenção ortodôntica de um paciente com muito bom gosto futebolístico...

Como você pode ver o tratamento ortodôntico não acaba quando o aparelho fixo é removido; ele apenas muda de fase e cabe ao ortodontista enfatizar e esclarecer seus pacientes quanto ao correto uso da contenção e quais são os objetivos desta fase de tratamento. Ao paciente cabe ter a ciência de que manter os bons resultados não depende apenas do ortodontista, mas também do seu comprometimento em seguir as orientações até o fim do tratamento.
Lembre-se que o sucesso do seu tratamento ortodôntico e sua subseqüente estabilidade dependem principalmente de você!!!

Abraços

Dr Marcelo Torres
marcelo@comarcelotorres.com.br
http://www.comarcelotorres.com.br/

Obs: Se copiar, por favor, divulgue a fonte.

11 comentários:

  1. Eu tirei o aparelho fixo faz 4 dias.E vou buscar o móvel daqui a 16 dias, e já percebi que os dentes da frente deram uma separadinha. Durante esse tempo eu corro o risco deles voltarem a ficar desalinhados como antes ?

    ResponderExcluir
  2. Olá... Esta distância entre remoção do aparelho fixo e instalação da contenção pode gerar sim algum grau de recidiva (volta do problema), porém não como antes. Pelo tempo, as pequenas alterações podem ser revertidas com a própria contenção. Talvez quando for instalada, você sinta uma pressão semelhante à ativação do aparelho fixo e depois essa pressão vai sumindo. O importante é: uma vez colocada a contenção, que você use o máximo possível para que as alterações sejam mínimas e controladas. Bom, é isso. Qualquer dúvida, é só mandar. Obrigado pelo contato.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela atençao. Estava ficando desesperada,pois usei quatro anos o fixo, e em apenas quatro dias percebi que os espaços estavam voltando. Você conseguiu me tranquilizar,obrigada mesmo, e pode deixar que vou usar a contençao direitinho.

    ResponderExcluir
  4. vou tirar o meu aparelho fixo em 1 mês,assim quando coloquei esse parelho não precisava muito nos dentes de cima,quase não tem diferença,mas nos de baixo sim,queria saber se eh realmente necessario usar esse movél?

    ResponderExcluir
  5. Tenho que utilizar aparelho fixo por 2 anos, minha mordida é correta e o uso seria só para fins estéticos. Irei colocá-lo agora em setembro, porém, em junho do ano que vem estarei fazendo intercâmbio, e pela pesquisa que realizei, dentista lá é muito caro, o que inviabiliza a manutenção e continuidade do tratamento. É aconselhável que eu use aparelho por 8 meses, tire, e volte a colocá-lo após um ano, ou esse tempo de uso inicial será perdido?
    A contenção nesse caso, seria uma solução para "segurar" os avanços na dentição até que eu volte para o Brasil?

    ResponderExcluir
  6. Olá. Você que vai tirar o aparelho em breve, parabéns. Quanto à necessidade de contenção, infelizmente sim, é necessário pois as arcadas interagem entre si e qualquer mínima movimentação na arcada de cima influenciará na de baixo e vice-versa. Mas não se deprima rs, pois a conteção também tem prazo para sair... Obrigado pela pergunta.

    ResponderExcluir
  7. Olá. Você que fará intercâmbio em junho... sua pergunta é bem pertinente. Em oito meses, seu caso já terá evoluído considerávelmente e realmente não vale a pena continuar com o aparelho fixo sem realizar as manutenções corretamente. Por isso, conforme você bem observou, a contenção seria uma ótima solução para você não perder os resultados conseguidos até então. Só é necessário observar o tempo mínimo de uso e curtir a viagem. Boa sorte e obrigado pela pergunta.

    ResponderExcluir
  8. Olá tirei o aparelho fixo sábado agora dia 10, usei ele por 4 anos e 8 meses, ja sai de lá com o móvel, mas tenho muita dificuldade para falar e gostaria de saber se posso usar apenas para dormir porque trabalho de recepcionista e atendo telefones, ou seja não tem como atender telefone assim ninguém entende......se eu usar apenas para dormir o que vai acontecer?ah e esse aparelho tem que usar pro resto da vida?um beijo e obrigada

    ResponderExcluir
  9. aeeeeee,tirei o meu parelho hj mesmo,eu sou akele anonimo de cima que disse ki ia tirar o parelho em 1 mês,ai ta muito foda eu adorei o resultado,ta muito estranho eu passo a lingua e ta super liso e tipo,os meus dentes estao sem akele eslmate neles,que deixa ele bem brilhoso,queria saber se ele n volta mas,se eh perigoso e algo mais,ai sei la.ta muito foda eu adorei o resultado.mês que vem tiro o de baixo.to usando o movel e eh super xato -.-.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Parabéns pelo fim do tratamento! Quanto à usar sua contenção apenas para dormir... Bom, normalmente não é bem esse o protocolo. Na verdade a contenção incomoda no começo porque toda a musculatura da sua boca tem que se adaptar ao "corpo estranho" que é a contenção. Mas o melhor remédio para isso é: falar, falar, falar o máximo possível com o aparelho em posição. Só assim ele se tornará "parte de você" e ninguém mais vai perceber. E quanto à usá-lo por toda a vida... de jeito nenhum. Após um período de estabilidade, ele pode ser removido, mas sempre com o acompanhamento do ortodontista. Bom... é isso. Qualquer dúvida estou à disposição.
    Grato pela pergunta.

    ResponderExcluir