sexta-feira, 15 de abril de 2011

Coloquei aparelho... Tenho mesmo que extrair dentes? Por que?

Olá a todos.
Uns dias atrás, recebi neste blog uma pergunta que achei interessante. Ao mesmo tempo, percebi que esta é uma dúvida de muitos pacientes e também de muitos dentistas, pois como professor, ouço esta pergunta com muita freqüência de meus alunos: Tem que extrair? Será que não tem outro jeito? E a resposta correta é sim e não...
Em primeiro lugar, é necessário que fique claro que extrair dentes com finalidade ortodôntica não corresponde à solução real do problema, mas apenas uma compensação dentária de um problema esquelético... Calma, eu explico...Quando os ossos onde os dentes se encontram desenvolvem-se de maneira errada, normalmente causam alterações faciais profundas e os dentes por conseqüência procuram ajustar-se nesta situação incorreta, assumindo um posicionamento aleatório. Estas alterações faciais e dentárias causam desconforto estético, pois situações como: dentes para frente, encavalados, caninos fora da arcada, mandíbula pequena, sorriso gengival são comuns neste padrão de crescimento incorreto. A correção total dos problemas que normalmente levam a extrações é a Cirurgia ortognática, onde os dentes são preparados com aparelho fixo e depois reposicionados cirurgicamente junto com o osso, causando grandes alterações faciais benéficas, mas isso é assunto para um outro post...
  Quando decidimos extrair dentes em um paciente, normalmente utilizamos dois critérios: A quantidade de espaço necessário para que todos os dentes se disponham de maneira harmônica e principalmente o perfil do paciente, pois as extrações e toda a movimentação dentária subseqüente causam alterações faciais.
Normalmente quando falamos de extrações em tratamento ortodôntico (aparelho fixo), nos referimos ao primeiros pré-molares (aqueles dentes que ficam logo atrás dos caninos). Dependendo do problema, podem ser extraídos só os de cima ou os de cima e os de baixo. Usando a falta de espaço como critério, avaliamos se existem apinhamentos (dentes encavalados) e através da medida das arcadas e dos dentes individualmente chegamos à conclusão matemática (sim, matemática) se a falta de espaço será resolvida com a extração de dentes. Confuso? Então aí vai um exemplo: após as medidas concluímos que faltam 15mm para que todos os dentes possam se encaixar corretamente. Ao extrair dois pré-molares, conseguimos em média 16mm, portanto este é um caso indicativo de extração (e ainda sobra 1mm para possíveis ajustes).

Mesuração da arcada óssea

Mensuração dentária individual


Mas este não é o único critério de decisão!!!

Tomando o perfil do paciente como critério, temos que lembrar que extrações dentárias diminuem drasticamente o volume dentário dentro da boca e devido a isso, todos os tecidos moles que são suportados pelos dentes acompanham parcialmente sua movimentação, ou seja, ao extrair dentes e fechar os espaços, o perfil do paciente “afunda” na região dos lábios, reduzindo inclusive a quantidade de lábios à mostra. Parece ruim, mas dependendo do caso, isso pode ser  extremamente benéfico, melhorando e equilibrando o perfil de pessoas que têm os dentes da frente muito para frente
Dentes da frente impedem o vedamento dos lábios
Um fator fundamental que pode contra-indicar as extrações é a idade, pois em pacientes em fases precoces de crescimento, é possível corrigir o padrão de crescimento dos ossos da face de maneira que os dentes se encaixem naturalmente sem ter que recorrer a medidas mais invasivas como as extrações dentárias ou cirurgia ortognática, interceptando o problema antes que ele se agrave e se perpetue, acentuando-se com o tempo.
Existem muitas outras situações atípicas que podem demandar a extração de um ou mais dentes, mas em todas elas é imprescindível que haja absoluta certeza de que a extração e somente ela pode resolver o caso pois trata-se de um procedimento irreversível!!! Por isso a fase de planejamento é a mais importante do tratamento, pois é nela que avaliamos todos os exames complementares da documentação ortodôntica, efetuamos as medidas e as contas e definimos tudo que acontecerá até o final do tratamento, inclusive suas variáveis onde um “plano B” pode se fazer necessário.
Ao paciente, é fundamental que a escolha do profissional que executará o tratamento baseie-se principalmente na confiança, por isso tire todas as suas dúvidas antes de “fechar” o tratamento. Isto serve para que você sinta segurança ao submeter-se às extrações e fique tranqüilo quanto ao resultado possível e desejado.
Bom, por hoje é só. Qualquer dúvida, estou à disposição.

Um grande abraço.

Dr Marcelo Torres
marcelo@comarcelotorres.com.br
http://www.comarcelotorres.com.br/

Obs: Se copiar, por favor, divulgue a fonte.

12 comentários:

  1. Boa tarde dr.

    Teria uma média de tempo para fechar o espaço dos dentes extraídos?

    ResponderExcluir
  2. Olá Ramon... O tempo é muito variável pois depende da técnica utilizada, qualidade do osso, idade, tamanho da raiz dos dentes, tamanho do espaço a ser fechado, força aplicada, direção da força, ufa... Enfim, muitas variáveis envolvidas tornam a previsão de tempo possível somente após avaliação e planejamento. Não há tempo médio para todos, infelizmente pois tornaria nosso trabalho mais fácil, mas muito obrigado pela pergunta. Qualquer dúvida estou à disposição.

    ResponderExcluir
  3. ola doutora tenho 14 anos extrair meu dente pre-molar superior e agora como ele vai ficar? Obrigado pea sua atençao

    ResponderExcluir
  4. Olá Doutor.
    Tenho 22 anos, e uso aparelho ortodôntico há quase 3 anos. Meus dentes não eram muito tortos, apenas minha mordida era bem errada. Extrai 3 dentes, os 2 pre molares superiores e apenas um pré-molar inferior. Os dentes de baixo já fecharam e estão alinhados.
    O meu problema sao os dentes de cima, minha linha média já está ok, e uma das extrações já fechou. Mas a outra, do lado direito parece que não fecha de jeito nenhum! Estou usando corrente já faz mais de um ano e meio e estou na corrente mais apertada que existe. Mas parece que este espaço não quer fechar de jeito nenhum, ainda tem uns 5 mm pra fechar tudo.

    Corro algum risco deste espaço não fechar mais por já ter extraído o dente há quase 3 anos?
    Já fui á outros 2 ortodontistas, eles me disseram que aparentemente não tem nada de errado, fariam o tratamento da mesma forma, mas acharam estranho este longo tempo.

    Um novo raio-x ajudaria em alguma coisa?? Já perguntei ao meu dentista mas ele disse que não tem necessidade de fazer outro. Meu medo é esse espaço não fechar mais! =/

    Obrigada

    ResponderExcluir
  5. Olá Thays... Desculpe pela demora na resposta. Seu caso é interessante, pois é muito comum um lado "andar" mais rápido que o outro. Normalmente isso acontece devido à preferência de mastigação por um lado só, e este lado acaba respondendo mais rápido à movimentação. Quanto ao risco deste espaço não fechar, fique tranquila, porque o tempo de extração não influencia no fechamento, mas concordo que este espaço já teve tempo de sobra para se fechar. Como não vi seu caso, imagino que algumas coisas possam estar acontecendo: 1. A mordida dos dentes anteriores não permite que eles se movimentem para trás, e neste caso, precisamos subir os dentes da frente para não tocarem nos inferiores; 2. Como você está usando corrente, pode ser que o atrito entre o conjunto "braquete + fio + elástico" estejam impedindo o deslize dos dentes na direção desejada; 3. Cortical óssea muito densa, o que causa uma resistência maior ao movimento; 4. Excesso de força na retração, pois ao contrário do que se pensa, quanto maior a força, menor será a movimentação. Mas como disse, são apenas especulações. Talvez um novo raio-x possa ajudar à descobrir a causa, mas é necessária uma avaliação clínica mais criteriosa para descobrir a causa de sua não-movimentação. Espero ter ajudado de alguma maneira. Qualquer outra dúvida, estou à disposição. Obrigado

    ResponderExcluir
  6. olá doutor , vou colocar aparelho amanhã. e no meu contrato diz que vou ter que extrair 3 dentes molares. Onde fica ?
    eles são os da frente ? aaai jesus vou ficar banguela doutor ?

    ResponderExcluir
  7. Dr. gostaria de saber qual é o material utilizado para se fechar o espaço de uma extração se elástico ou metal, a corrente de elástco deve ser usada parcial (só no espaço) ou inteira. Meu caso foram 4 extrações (os pré-molares), há alinhamento. E o objetivo é diminuir a inclinação do dente, colocando-o mais para dentro.

    ResponderExcluir
  8. Olá... Sua preocupação é justa! Mas fique calmo pois os dentes molares são os do fundo, os maiores e mais largos que você tem. Isto pode acontecer normalmente por dois motivos:
    Necessidade de espaço para encaixar outros dentes;
    Indicação de extração por motivos clínicos, quando não há mais como salvar estes dentes.
    O importante é que haja também um planejamento para ocupar estes espaços, seja através de aparelho ortodôntico ou implante + coroa.
    É isso... Obrigado pela pergunta e estou à disposição.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. ola doutor, me ajuda! vou colocar aparelho amanha. nao sou dentista nem nada, mas acho q deveria extrair 2 ou 1 dente da parte inferior, mas ainda nao vi minha documentaçao, ta na mao do meu dentista. a minha pergunta é: ele ja me mandou ir colocar "isso" amanha, eu posso por o aparelho e extrair o dente no mesmo dia!??! ou por o aparelho e extrair o dente durante o tratamento com o mesmo?!?! por favor responde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michelle! Fique tranquila... A resposta para sua pergunta é simples: Depende do planejamento do caso, que depende do diagnóstico, que por sua vez depende da análise da documentação ortodôntica, avaliação clínica, anamnese e a queixa principal. A decisão de extrair o dente antes ou durante o tratamento ortodôntico tem embasamento científico em ambos os casos. Mas o mais importante mesmo é você confiar no seu dentista. Tire todas as suas dúvidas com ele. Tenha a certeza de que ele quer o melhor para o seu caso e não se negará em explicar-lhe. Mesmo assim continuo a disposição. Um abraço.

      Excluir
  10. Olá, Doutor.
    Por ter um maxilar um pouco maior do que o normal, meu dentista recomendou a extração de dois dentes da parte superior (os primeiros pré-molares). Logo depois da extração coloquei o aparelho. Já estou usando ele há 2 meses.
    Doutor, tenho dúvida sobre como ocorre a movimentação que fechará os espaços deixados pelas extrações. Meu dentista colocou uma espécie de elástico (não sei bem o que é) que está puxando os dentes caninos em direção dos espaços vazios. Eles já começaram a se movimentar, o que está formando uma brecha entre os caninos e os incisivos laterais. Gostaria de saber de que forma os outros dentes da frente vão se movimentar na mesma direção dos caninos. Eu achava que os caninos iriam se movimentar junto com os outros dentes da frente, mas o que eu estou percebendo é que só os caninos estão se movimentando, o que está formando aquela brecha entre ele e o incivo lateral. É assim mesmo? Está normal? Como os outros dentes vão se movimentar se só os caninos são puxados? Me desculpe, mas sou totalmente leigo quanto a este assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivan. Fique tranquilo!!! O processo é esse mesmo. Os caninos são movimentados primeiro para fazer o que chamamos de "reforço de ancoragem". Isto significa que os caninos serão movimentados em direção aos dentes de trás, juntando-se à eles para servir de ponto de apoio e resistir a força de movimentação aplicada nos 4 dentes da frente. Lembre-se da lei da ação e reação. Puxar os 4 dentes da frente para trás também puxa os do fundo para frente. O inconveniente desta fase é que os espaços das extrações serão remanejados para entre laterais e caninos (como você já reparou). Porém, ao fechar os espaços das extrações, já começa a retração dos 4 incisivos. Isso pode ser feito de várias maneiras como: elásticos em forma de corrente, molas, alças (dobras no arco em forma de T)... O importante é que os 4 dentes anteriores possam ser "puxados" em direção aos posteriores. Depois disso, ajusta-se o contato entre os dentes superiores e inferiores e pronto! Fase de contenção e fim... Pode confiar no seu dentista pois ele sabe o que está fazendo. Espero ter ajudado. Um abraço.

      Excluir